Com os efeitos da crise econômica no país, cada vez mais brasileiros estão modificando seu comportamento em relação às finanças. Confira o resultado das pesquisas divulgadas pelo SPC Brasil e Ilumeo, em 2018, sobre os hábitos financeiros dos cidadãos.

Sete em cada 10 brasileiros mudaram seus hábitos financeiros em razão da crise econômica

Segundo o SPC Brasil:

55% dos brasileiros começaram a evitar a compra de itens supérfluos;

72% modificaram suas rotinas de compras;

55% reduziram seus gastos com lazer;

54% passaram a fazer pesquisas de preços antes de irem às compras;

52% conseguiram administrar melhor seu orçamento com os novos hábitos financeiros;

83% pretendem manter os hábitos adquiridos durante o período de dificuldades econômicas;

Cada vez mais brasileiros desejam ampliar seus conhecimentos em educação financeira

Segundo a Ilumeo:

59% dos brasileiros nunca receberam orientações sobre finanças pessoais;

73% fazem uso do cartão de crédito;

64% preferem a poupança como opção de investimento financeiro;

58% não sabem quanto pagam de juros com o uso do cheque especial;

84% possuem o hábito de anotar seus gastos;

81% estão interessados em aprender mais sobre finanças pessoais e investimentos.

Ainda há desafios pela frente

Ambas as pesquisas indicam aumento da consciência dos brasileiros quanto às suas finanças. No entanto, embora muitos demonstrem interesse pelo tema, ainda falta compreensão sobre como os juros funcionam, por exemplo, além de conhecimento em opções de investimentos menos conservadoras, que possam trazer melhor rentabilidade.