Taxa de Câmbio

Quando se fala em taxa de câmbio, o dólar americano vem quase que automaticamente à nossa memória.

Taxa de Câmbio é o preço da moeda estrangeira medido em unidades da moeda nacional. O seu valor de compra é, em geral, o preço que o mercado aceita pagar pela moeda estrangeira. Em um regime de câmbio flexível (flutuante), a taxa de câmbio se forma pela interação entre a oferta e a demanda de moeda. Já em um regime de câmbio fixo, ela é definida pelo Banco Central.

Neste sentido, uma valorização do real frente ao dólar, por exemplo, significa que são necessários menos reais para comprar um dólar. Uma situação como essa beneficia as importações de produtos estrangeiros (já que os produtos estrangeiros ficaram mais baratos em reais) e desestimula exportações de produtos nacionais (já que os produtos nacionais ficaram mais caros em dólar). Já numa desvalorização do câmbio, ocorre o contrário. Significa que a moeda estrangeira aumentou seu valor, isto é, são necessários mais reais para adquirir um dólar. Isto beneficia exportadores e desestimula importações.

Por isto, a taxa de câmbio é um indicador importante em qualquer política econômica, principalmente porque pode afetar a inflação interna, como é o caso do Brasil. Uma valorização muito forte do dólar pode trazer inflação, o que sempre preocupa a equipe econômica e a sociedade.